NOTÍCIAS

Postado em 10 de Junho de 2016 às 10h33

União Europeia amplia mercado de carne industrializada do Brasil

Em 2015, o Brasil exportou 104,4 mil toneladas de carne industrializada, o que gerou uma receita de US$ 633,58 milhões 

A União Europeia (UE) ampliou de 9 para 23 o número de estados que podem fornecer carne bovina para a fabricação de produtos industrializados (carne enlatada) de exportação. "Este é um avanço no reconhecimento de status sanitário brasileiro", afirmou, em nota, o ministro interino da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Novacki.

No ano passado, o Brasil exportou 104,4 mil toneladas de carne industrializada, o que gerou uma receita de US$633,58 milhões. Segundo a Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI), a decisão da União Europeia é importante sobretudo pelo aumento de fornecedores brasileiros de matéria-prima para a exportação desse tipo de produto.

Antes da ampliação da UE, os estados autorizados eram São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Espírito Santo. Agora também fazem parte da lista o Distrito Federal, Acre, Rondônia, Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí, Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. Os produtores dessas unidades da Federação podem vender a carne bovina in natura para as 77 indústrias brasileiras habilitadas a exportar o produto enlatado para os países da União Europeia. 

De acordo com a SRI, para a ampliação dos estados, a UE fez um alinhamento dos requisitos sanitários com a Organização Internacional de Saúde Animal (OIE). O Brasil cumpre as regras da organização, que trabalha para que os países não imponham restrições sanitárias a produtos, em acordo com as regras internacionais.

FONTE: InfoMoney

Veja também

Embaladora e termodatador automáticos serão apresentados pela Tecmaes20/07/18 O Grupo Tecmaes atende toda a indústria alimentícia e frigorífica e apresentará suas soluções na Mercoagro 2018 (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne). Atualmente, o Grupo Tecmaes é composto por duas empresas, a Tecmaes Tecnologia de Máquinas Especiais que atua há mais de 26 anos no mercado de......
Paraná triplica receita com exportação de carne bovina24/02/16 O fim do embargo do Irã à carne bovina do Estado, a abertura de novos mercados e o dólar favorável fizeram as exportações mais que triplicarem em janeiro. De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior......

Voltar para Notícias (pt)