NOTÍCIAS

Postado em 18 de Janeiro de 2018 às 10h06

Seara Alimentos quer fechar 2018 com 80 mil matrizes Topigs Norsvin

Um dos maiores players mundiais do setor, a Seara Alimentos projeta forte ampliação do
plantel de matrizes suínas que leva a assinatura da Topigs Norsvin, líder mundial em pesquisa e desenvolvimento da genética suína. “Partimos de 35 mil matrizes em 2016, alcançamos 50 mil no ano passado e temos como meta ampliar para 80 mil fêmeas neste ano de 2018”, afirma o Diretor de Agropecuária da Seara, José Antonio Ribas Júnior.
Segundo ele, a gradativa migração para a genética Topigs Norsvin busca maior eficiência
na produção de proteína animal de alta qualidade a custos menores. “Parcerias se consolidam e fortalecem sempre que existe convergência de valores e objetivos”, observa, destacando o apoio gerencial, assistência técnica e a constante evolução dos materiais que a Topigs Norsvin disponibiliza aos seus parceiros.
“Além da segurança em relação aos materiais genéticos já consagrados, também já
estamos colhendo resultados extremamente promissores em relação à matriz TN70, recém-
lançada no mercado brasileiro. Os primeiros resultados indicam evolução em número de leitões, conversão alimentar e qualidade de carcaça para atender aos mais exigentes mercados”, diz.
Em sua visão, o aumento da participação da Topigs Norsvin no plantel de suínos da Seara
Alimentos é fruto de uma parceria que vem sendo construída com base em um relacionamento bastante próximo entre as duas empresas, onde resultados, responsabilidades e objetivos a serem alcançados a curto, médio e longo prazo são compartilhados.
A MELHOR MATRIZ DO MUNDO
Segundo o diretor geral da Topigs Norsvin no Brasil, André Costa, a matriz TN70
materializa um antigo sonho e aspiração dos criadores: o de poder agregar as melhores
características do Large White, como a prolificidade e robustez, com o melhor do Landrace, com destaque para a eficiência alimentar e qualidade de carcaça, em uma única matriz, produzindo uma fêmea híbrida F1 Landrace (L) x Large White (Z). A TN70 vem sendo apontada por pesquisadores e geneticistas como a melhor fêmea do mundo.
Testada e aprovada em escala na Europa, ela traz uma combinação única entre a alta
eficiência reprodutiva e a excelente eficiência na produção de suínos terminados. Produz um grande número de leitões nascidos fortes e vigorosos, que resultam em terminados uniformes, com extraordinária eficiência alimentar, elevado ganho de peso diário e excelente qualidade de carcaças, com elevado percentual de carne magra, reunindo as características desejadas por toda a cadeia, do criador ao frigorífico e consumidor final. É um animal rústico, de fácil adaptação.
Extremamente dócil e calmo, sendo de muito fácil manejo.

Fonte e foto: Topigs Norsvin

Veja também

Brasil e Paraguai simplificam regras para o comércio bilateral de bovinos23/04/18 O diretor do Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Guilherme Marques, e o presidente do Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal (SENACSA) do Paraguai, Hugo Frederico Benitez, assinaram acordo de simplificação do comércio de bovinos entre os dois países. Na prática, foi feita a......
Brasil no centro da demanda mundial de alimentos03/08/18 Projeções do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos sobre o aumento da produção de alimentos até 2027, colocam o Brasil na liderança, com uma expansão esperada de 69% para a agropecuária......
Mapa realiza operação para evitar fraudes em pescados21/02/18 Equipes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) realizaram nesta terça-feira (20) a “Operação Semana Santa” em 12 estados e no Distrito Federal, coletando amostras de pescado nacionais e......

Voltar para Notícias (pt)