NOTÍCIAS

Postado em 29 de Junho às 14h24

Santa Catarina embarca segundo lote de carne suína para Coreia do Sul

  • Mercoagro – Edição 2018 -

O Estado embarca o segundo lote de carne suína para a Coreia do Sul – considerado um dos mercados premium para exportação de carnes. Esta semana, a BRF de Campos Novos enviou 25 toneladas do produto para o país asiático. Este é o segundo embarque de carne suína com destino à Coreia do Sul e demonstra a evolução das negociações com as empresas catarinenses. Em maio deste ano, a JBS de Seara já havia exportado 50 toneladas de cortes suínos partindo do Porto de Itajaí para atender o mercado sul-coreano .
“Esta é uma ótima notícia. Aos poucos, os embarques para Coreia do Sul começam a crescer e, conforme o previsto, as empresas catarinenses que já atuam naquele mercado com carne de frango expandem seus negócios também para carne suína. É a qualidade da produção catarinense de carnes sendo convertida em riquezas e desenvolvimento para nosso Estado”, destaca o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies. A Coreia do Sul é uma grande oportunidade para o agronegócio catarinense. Já um grande parceiro comercial de Santa Catarina na importação de carne de frango, o país é o quarto maior comprador de carne suína do mundo (foram 645 mil toneladas importadas em 2017). Segundo Spies, Santa Catarina trabalhou por muitos anos para ter acesso a esse mercado e a expectativa é de que os as exportações aumentem ainda mais.

Maior exportador nacional de carne suína, Santa Catarina é o único Estado do país habilitado a vender o produto para Coreia do Sul. A escolha se deve ao status sanitário diferenciado de Santa Catarina, reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como livre de febre aftosa sem vacinação. “Os embarques da JBS e da BRF são o resultado do grande trabalho feito em prol da excelência sanitária catarinense, numa parceria entre Governo do Estado, iniciativa privada e produtores”, ressalta o secretário. De acordo com o secretário adjunto da Agricultura, Athos de Almeida Lopes Filho, as exportações partindo de Campos Novos trazem mais uma oportunidade para o agronegócio da região. “Campos Novos, que é o celeiro catarinense e uma vitrine para o agronegócio, se destaca agora na produção animal exportando carne suína para os países mais exigentes do mundo”.
Santa Catarina tem quatro empresas autorizadas a exportar carne suína para a Coreia do Sul: JBS de Seara, Aurora Alimentos, BRF de Campos Novos e a Pamplona Alimentos.

NEGOCIAÇÕES COM A COREIA DO SUL
As negociações para exportar carne suína para a Coreia do Sul acontecem há mais de 10 anos e o status sanitário catarinense teve um papel fundamental nesse processo. Airton Spies destaca que as exportações para esses mercados mais competitivos, como Japão e Coreia do Sul, demonstram a qualidade dos produtos catarinenses e mostram que o investimento em sanidade animal e vegetal traz resultados efetivos para a economia do estado.

Fonte: Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
Foto: Cidasc

Veja também

Agronegócio responde por 65% das exportações catarinenses em 201731/01 Santa Catarina encerrou 2017 com saldo positivo nas exportações, somando US$ 8,51 bilhões em faturamento. E boa parte desse total tem origem no agronegócio. O setor respondeu por 65% dos embarques catarinenses no último ano, com receita que passa de US$ 5,5 bilhões. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços......
Sessão de Negócios oportunizará prospecção de clientes e acesso ao mercado26/07/16 Com objetivo de facilitar às micro e pequenas empresas o contato com potenciais clientes, oportunizando prospectar novos negócios, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/SC) promoverá, em parceria......
Chapecó Materiais Elétricos estará na MERCOAGRO 201603/03/16 Automação de processos e manutenção industrial serão apresentados no estande da Chapecó Materiais Elétricos durante a Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da......

Voltar para Notícias (pt)