NOTÍCIAS

Postado em 12 de Julho às 13h35

Representantes se reúnem para debater a suinocultura

  • Mercoagro – Edição 2018 -

Com o objetivo de debater o futuro da suinocultura independente, diversos produtores se
reuniram no auditório da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS) na última
semana. O foco central do encontro foi consolidar a troca de informações entre eles.
A articulação entre as entidades e os produtores visa equilibrar o mercado independente.
Os membros da entidade também pontuam a criação de um departamento para o levantamento de preços do suíno entre as associações, uniformizando as informações de mercado entre os Estados.
Para o presidente da Associação Paranaense de Suinocultores (APS), Jacir Dariva, a unificação das informações de mercado entre as associações possibilita balizar o preço do suíno, entretanto, o dirigente defende que isso só será real com a participação efetiva dos suinocultores.
Já o presidente da ACCS, Losivanio Luiz de Lorenzi, salienta a importância dos suinocultores entregarem produtos com preço justo, ao invés de cobrar valores menores.
"Precisamos mudar essa realidade para que a suinocultura independente possa sobreviver com renda e qualidade de vida no campo. A partir de hoje essa atividade terá uma nova realidade porque todos terão um compromisso maior na formação de preço", completa A Associação Paulista de Criadores de Suínos (APCS) também esteve representada no encontro por seu presidente, Valdomiro Ferreira Júnior (Ferreirinha), que apresentou a metodologia utilizada na formulação da bolsa de suínos em São Paulo.
O objetivo da APCS é apresentar às demais associações e aos produtores de que forma o
departamento identificador de preços seria constituído dentro das entidades. "Vamos comprovar sua legalidade jurídica e econômica. Precisamos desenvolver uma ferramenta que tenha amparo jurídico e que possa interferir em algum momento no mercado, mostrando que as fontes dadas para o indicador têm informação correta", explica Ferreira.

Fonte: Suinocultura Industrial

Veja também

Consumidor brasileiro está mais interessado na carne orgânica, diz Korin14/02 A Korin Agropecuária, uma das principais produtoras de alimentos orgânicos no país, vê aumento da demanda no Brasil por carne bovina orgânica, segundo o gerente comercial de bovinos e processados, Luiz Vicente Greco. “O consumidor está despertando para a carne orgânica e percebemos que o consumo vem aumentando, gradativamente”, disse Greco......
Sessões de negócios movimentam espaço do Sebrae/SC na Mercoagro 201615/09/16 Facilitar às micro e pequenas empresas o contato com potenciais clientes, oportunizando novos negócios. Com este objetivo, o Sebrae/SC promove, em parceria com a ACIC Chapecó e com apoio do Núcleo de Comércio Exterior e......

Voltar para Notícias (pt)