NOTÍCIAS

Postado em 24 de Novembro de 2017 às 13h43

Preços devem se sustentar em dezembro, apesar do embargo russo

  • Mercoagro – Edição 2018 -

Nessa segunda-feira, (20/11), a Rússia anunciou embargo parcial e temporário às
importações das carnes suína e bovina brasileiras a partir do próximo mês, devido à presença
de ractopamina em amostras enviadas ao país, segundo a agência de segurança alimentar russa.
Essa substância, que promove o desenvolvimento de massa muscular nos animais, é
permitida no Brasil e em outros destinos da carne brasileira, mas é proibida na Rússia. No entanto,
segundo pesquisadores do Cepea, o embargo Russo não deve afetar o mercado suinícola
brasileiro com muita intensidade neste período, já que uma redução nos embarques àquele país já
era esperada para dezembro.
Com o inverno no hemisfério norte, os canais russos congelam, dificultando a entrada dos
navios nos portos. Além disso, as vendas no mercado interno costumam aumentar
significativamente neste período, por conta da maior procura para as festas de final de ano.

Fonte: Cepea/Esalq

Veja também

Mapa realiza operação para evitar fraudes em pescados21/02/18 Equipes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) realizaram nesta terça-feira (20) a “Operação Semana Santa” em 12 estados e no Distrito Federal, coletando amostras de pescado nacionais e importados, na rede varejista. Esta ação tem por objetivo o controle oficial de eventuais fraudes por substituição de......
Proteína animal terá estabilidade no mercado em 201822/01/18 Os preços das carnes ao consumidor deverão permanecer estáveis no primeiro semestre de 2018, estima a empresa de pesquisa de mercado GfK. No acumulado de 2017, os valores caíram 4,5% para a carne bovina e 10,7% para a de......
Clínica Tecnológica esclarecerá dúvidas de visitantes e expositores12/09/16 Um local que funcionará como consultoria técnica, como se fosse um laboratório onde serão tratados temas de ponta, incluindo conservação de alimentos, Food Defense, alta pressão, sanidade animal, análise......

Voltar para Notícias (pt)