NOTÍCIAS

Postado em 22 de Novembro de 2017 às 14h10

Posicionamento da ABPA sobre suspensão da importação de carne suína pela Rússia

Agroindústria (26)
  • Mercoagro – Edição 2018 -

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), entidade que representa a avicultura e
a suinocultura do Brasil, recebe com preocupação a decisão do Serviço Federal Sanitário e
Fitossanitário da Rússia (Rosselkhoznadzor) sobre a suspensão da importação de carne suína
nacional.
A suinocultura brasileira trabalha seguindo os princípios de qualidade e sanitários exigidos
pelos diversos países, como é o caso da Rússia e os mais de 70 mercados importadores do
produto do Brasil. 
Neste sentido, a ABPA confia no trabalho do Ministério da Agricultura, Pecuária e
Abastecimento (MAPA), sob a liderança do Ministro Blairo Maggi, para o pleno e rápido
esclarecimento, retomando em breve os embarques.
As agroindústrias associadas à ABPA respeitam a legislação sanitária da Rússia e dos
demais mercados com os mesmos critérios, e subsidiarão o MAPA com as informações dos
pontos que se façam necessários.  O setor está seguro sobre as características de seu produto, e
garante que a produção de carne suína embarcada não utiliza ractopamina.

Fonte: ABPA

Veja também

Receita de exportações de carne de frango mantém alta de 9% em 201705/06/17 Levantamentos feitos pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) mostram que as exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura, embutidos e processados) totalizaram US$ 2,968 bilhões entre janeiro e maio, resultado que supera em 9% o saldo obtido no mesmo período do ano passado, de US$ 2,722 bilhões. O......

Voltar para Notícias (pt)