NOTÍCIAS

Postado em 30 de Maio de 2018 às 14h07

Pesquisa sobre bem-estar animal modifica legislação europeia

  • Mercoagro – Edição 2018 -

Pesquisa global com o objetivo de melhorar o bem-estar das aves durante a produção avícola levou a uma mudança na legislação da União Europeia. A informação foi divulgada pelo sitePoultry World.
O novo regulamento, que entrou em vigor no dia 18 de maio, torna legal na União Europeia a utilização do sistema LAPS (Low Atmospheric Pressure Stunning), que a pesquisa provou ser o método mais adequado no atordoamento no pré-abate de frangos de corte.
Este é o primeiro novo método de atordoamento a ser adicionado aos Regulamentos da
EU. A EFSA classificou o LAPS como um dos métodos com menores riscos de bem-estar para os sistemas de atordoamento e acrescentou que, comparar o sistema com o banho de água ou o Gas Stunning não é possível, uma vez que pouca pesquisa havia sido conduzida nos outros sistemas.
A pesquisa, que envolveu cientistas da Universidade de Glasgow e Edimburgo em colaboração com pesquisadores da Universidade de Mississippi, Universidade de Arkansas,
Universidade da Flórida e Universidade de Wageningen, Holanda, representa a mais ampla
avaliação do bem-estar de um sistema para aves.
LAPS é uma nova abordagem que irreversivelmente atordoa os animais, reduzindo
gradualmente a pressão atmosférica e, portanto, a quantidade de oxigênio disponível.

Fonte: Equipe Suino.com

Veja também

Sanidade avícola é ferramenta para maximização da produtividade10/01/18 A avicultura é um importante setor na economia brasileira. O país ocupa a terceira colocação no ranking mundial de produção de carne de frango.  De acordo com o relatório da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em 2016 foram produzidas 12,90 milhões de toneladas de carne de frango e mais de 39 bilhões de ovos. O......
Suíno brasileiro pode sair vencendo na disputa entre EUA e México14/06/18 Diante do fechamento do mercado mexicano à carne suína dos Estados Unidos, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) encaminhou aos Ministérios da Agricultura e de Relações Exteriores, um......

Voltar para Notícias (pt)