NOTÍCIAS

Postado em 09 de Agosto de 2016 às 09h24

Munters apresentará equipamentos para tratamento de ar

A Mercoagro 2016 reunirá empresas dos mais diversos setores da indústria da carne que apresentarão máquinas, equipamentos, implementos, insumos e instalações para todas as etapas do processo industrial, desde o abate até o embalamento, congelamento, higiene, segurança e análise de processos.

Com atuação em toda a América Latina, a Munters Brasil Indústria e Comércio Ltda participará da Mercoagro pela primeira vez. Fundada na Suécia, a empresa trabalha com tratamento de ar em geral. Os principais produtos são desumidificadores (Munters CargoCaire®), condicionadores de ar para baixa umidade (DryCool®), resfriadores evaporativos BrisBox®, eliminadores de gotas, painéis evaporativos CelDek® e GlasDek® e ventiladores. Os produtos têm centenas de aplicações, mas na Mercoagro será focado para a indústria da carne, com a exposição de um desumidificador e um resfriador evaporativo.
Mais informações sobre a companhia podem ser adquiridas no site www.munters.com.  

MERCOAGRO 2016

A Mercoagro 2016 (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne) é organizada pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) e ocorrerá de 13 a 16 de setembro no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó (SC). O horário de visitação será das 14 às 21 horas. Conta com o apoio institucional do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), do Centro de Tecnologia de Carnes do ITAL, da Associação de Matadouros, Frigoríficos e Distribuidores de Carne do Estado de Mato Grosso do Sul (Assocarnes), Associação Gaúcha de Avicultura (ASGAV/SIPARGS), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), entre outras instituições. 

Veja também

SUÍNOS/CEPEA: Para absorver excedente externo, setor deve ampliar destinos11/01 Estudo do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, indica que o consumo doméstico de carne suína pode aumentar 1,63% em 2018, o que corresponde a 49,6 mil toneladas a mais em relação ao estimado para 2017. Esse incremento na demanda tem como base um cenário mais conservador para a estimativa de crescimento do PIB pelo Banco Central do......
Nota oficial da ACAV e SINDICARNE23/04 A Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) e o Sindicato das Indústrias da Carne e Derivados no Estado de Santa Catarina (SINDICARNE) manifestaram-se, na última sexta-feira (20), sobre o embargo que coíbe 20......

Voltar para Notícias (pt)