NOTÍCIAS

Postado em 16 de Fevereiro às 09h42

Mil famílias de produtores rurais iniciam projeto Encadeamento Produtivo em 2018

  • Mercoagro – Edição 2018 -

O maior programa de estímulo ao desenvolvimento das pequenas e médias empresas
ligadas ao agronegócio do sul do Brasil inicia uma nova etapa a partir de fevereiro de 2018. O “Encadeamento Produtivo Aurora Alimentos – Sebrae/SC: suínos, aves e leite” terá, nos próximos dois anos, mais de mil propriedades rurais. Para alinhar as ações, representantes da Cooperativa Central Aurora Alimentos, das cooperativas filiadas e do Sebrae/SC, participaram de reuniões, na última semana, no Frigorífico Aurora Chapecó II (FACH II).
“A intenção é ampliar o número de Propriedades Rurais Sustentáveis certificadas. Em 2017
foram 54 e em 2018 já temos 423 que solicitaram certificação, as quais, no decorrer do programa, serão avaliadas de acordo com os critérios exigidos por uma equipe técnica profissional”, esclarecem o coordenador do programa pela Aurora Alimentos, Joel Pinto, e o vice-presidente Neivor Canton.
Segundo ele, o Encadeamento Produtivo é a base para a certificação das propriedades
rurais. É a extensão do Programa de Desenvolvimento de Empreendedores Rurais
Cooperativistas. “A empresa rural passa por melhoria na gestão, tecnologia de produção,
processos de inovação e de menor impacto ambiental. Com o apoio do Sebrae, cada fornecedor aperfeiçoa seus serviços, cumpre exigências, condições e critérios demandados pelo mercado”, complementa.
O coordenador do Programa Propriedade Rural Sustentável Aurora (PRSA), Sandro
Treméa, destacou a evolução da iniciativa que iniciou em 2016 com a certificação de 16
empreendimentos.  “Hoje o programa está consolidado e a melhoria da cadeia de produção está na mente de todo o sistema. O produtor é certificado porque participa dos treinamentos, coloca em prática os conhecimentos e, com isso, obtém bons indicadores nos processos de gestão e meio ambiente”.
Além das melhorias, as famílias que se destacam têm a oportunidade de receber uma
bonificação financeira. “Somente no ano passado a Aurora entregou, como forma de incentivo, bonificações que totalizaram R$ 143 mil reais entre os produtores com propriedades certificadas”. 
O coordenador regional oeste do Sebrae/SC, Enio Albérto Parmeggiani, explica que o
objetivo é qualificar as pequenas empresas rurais. “Os rigorosos padrões de qualidade e eficiência adotados pela Aurora Alimentos devem ser compartilhados com todos os elos da cadeia produtiva.
Essa é a essência do programa e é a garantia de produtos e serviços de qualidade ao consumidor final. É uma referência no setor do agronegócio, uma longa história de parceria com foco para o desenvolvimento das propriedades rurais e para o aperfeiçoamento dos fornecedores da cadeia produtiva do agronegócio”.
As reuniões de alinhamento seguem com todos os parceiros do Encadeamento Produtivo.
PROGRAMA ENCADEAMENTO PRODUTIVO
O Encadeamento Produtivo tem por objetivo contribuir com a melhoria dos índices de
produtividade e competitividade, promovendo a inserção de pequenos negócios em cadeias de valor de grandes empresas, por meio de relacionamentos cooperativos de longo prazo e mutuamente atraentes.
Na parceria entre Sebrae e Aurora, o projeto é destinado às micro e pequenas empresas da
cadeia produtiva do agronegócio – rurais e urbanas. Trata-se da extensão do Programa de
Desenvolvimento de Empreendedores Rurais Cooperativistas, desenvolvido desde 1998 e que beneficiou mais de 35 mil produtores rurais.
A iniciativa é desenvolvida pelo Sebrae/SC, Aurora Alimentos, Serviço Nacional de
Aprendizagem Rural (Senar), Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), Sicoob, Fundação Aury Luiz Bodanese e oito cooperativas agropecuárias – Cooperalfa, Itaipu, Auriverde, Coolacer, Copérdia, Caslo, Cooper A1 e Coopervil.

Fonte: MB Comunicação

Veja também

Mercado de aves em busca de novas rotas18/05 Enquanto as grandes indústrias do mundo estão olhando ansiosamente para o feed do Twitter para descobrir qual será a próxima exigência do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para renegociar acordos comerciais existentes ou impor tarifas extras, os exportadores de frango têm ainda mais preocupações. É claro que as atuais......

Voltar para Notícias (pt)