NOTÍCIAS

Postado em 12 de Fevereiro de 2016 às 14h11

Mercoagro 2016 apresentará novas tecnologias para processamento de aves

Pela terceira vez, a Prime Equipment participará da Mercoagro. “Estamos confiantes com esta edição da feira para alavancar nossos negócios”, afirma o gerente de Vendas, Sergio Pereira. A Prime quer apresentar as novas tecnologias para processamento de aves. Empresa dos Estados Unidos com franquia em Chapecó, é fabricante de equipamentos para processamento de aves, que conquistou ao longo de mais de duas décadas a confiança da indústria por fornecer soluções inovadoras e confiáveis no processamento de aves.

A Prime Equipment Group desenvolve e fabrica máquinas únicas, bem como sistemas e equipamentos customizados e também equipamentos de marcas parceiras para indústrias de todo o mundo. Os membros da equipe também oferecem assistência de engenharia, suporte de campo e uma seleção de qualidade de peças de reposição para várias indústrias em mais de 15 países.

O principal produto da empresa para o mercado da carne são as linhas de corte e desossa, sistema de escaldagem e depenagem, e acessórios em geral para processamento de aves. “A feira Mercoagro é de grande importância para nos conquistarmos novos clientes, receber a visitas das empresas que já são nossas clientes, também apresentar lançamentos para o mercado de máquinas e serviços”, afirma o gerente.

MERCOAGRO 2016

A Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne (MERCOAGRO) está programada para o período de 13 a 16 de setembro de 2016, no parque de exposições da Efapi, em Chapecó. A feira é organizada pela Associação Comercial e Industrial (ACIC) e tem apoio da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

A MERCOAGRO é uma das maiores feiras da indústria da carne no mundo, oferecendo 6.000 metros quadrados de área locável bruta (de um total de 15.000 metros quadrados de área coberta) com toda a infraestrutura necessária para as empresas do dinâmico universo da indústria da carne que envolve, entre outros, os setores de congelamento, refrigeração, automação industrial, ingredientes e aditivos, embalagens, transporte e armazenagem, equipamentos e acessórios, entre outros produtos e serviços.

O diretor de feiras ACIC, Bento Zanoni, analisa que as vendas crescentes decorrem de dois fatores: o prestígio da feira e o bom momento do mercado internacional de carnes. Destacou que a feira notabilizou-se pelo elevado número de transações que oportuniza a cada edição, compensando os investimentos dos expositores, em sua maioria, fabricantes e fornecedores de milhares de itens que formam o conjunto de insumos para o funcionamento das indústrias frigoríficas.

O presidente da ACIC Josias Mascarello informou que a adesão das empresas à 11ª edição é muito boa em face da tradição de eficiência e seriedade demonstradas em 22 anos e dez edições bienais consecutivas.
 

Veja também

Brasil costura acordo para aumentar exportações do agronegócio para o Irã13/12/16 Ministro do MDIC vê grande potencial para aumento nos embarques O Brasil está costurando novos acordos para aumentar as exportações para o Irã, especialmente de produtos do agronegócio, como, por exemplo, milho, grão e farelo de soja, açúcar, carne bovina, entre outros.  Após recente encontro com o ministro da Economia, e......
Porque uma boa fazenda de suínos não pode ficar sem tecnologia24/07/18 A escassez de mão de obra é um dos principais problemas na produção suína moderna. No entanto, mudar para a tecnologia para economizar mão de obra parece um passo gigantesco, diz Casey Bradley, especialista em......
Vendas de carne suína chegaram a US$ 110,19 milhões15/02/18 De acordo com os números divulgados pelo Ministério da Agricultura, Comércio e Pecuária (Mapa), as exportações do agronegócio atingiram US$ 6,16 bilhões em janeiro, em alta de 4,9% sobre os US$ 5,87......

Voltar para Notícias (pt)