NOTÍCIAS

Postado em 10 de Abril de 2017 às 17h55

Mercado de aves no exterior pode ser favorável à produção brasileira

Mercoagro – Edição 2018 O ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse, em entrevista, após visitar a 24ª Expofeira Nacional da Cebola, em Ituporanga (SC), que apesar das dificuldades de mercado que...

O ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse, em entrevista, após visitar a 24ª Expofeira Nacional da Cebola, em Ituporanga (SC), que apesar das dificuldades de mercado que chegaram a ser criadas no exterior com a deflagração da Operação Carne Fraca, “no caso de aves, há uma conjuntura internacional muito favorável à exportação”. Maggi lembrou a incidência de gripe aviária em vários países no mundo, que normalmente são fornecedores e que agora não podem exportar. “E, como o Brasil é livre dessa doença, há possibilidade de ampliar os mercados”.

O ministro destacou, na viagem a Santa Catarina, o balanço da força-tarefa feito por inspetores fiscais do Mapa em frigoríficos, divulgado no mesmo dia (6), em Brasília. “Estamos com a situação sob controle, com uma força-tarefa nos estados envolvidos na operação, em todos os estabelecimentos investigados", comentou.

Blairo Maggi destacou que, de 306 amostras de produtos recolhidas, oito deram problemas. “Mas já interditamos as unidades, recolhemos os produtos nas prateleiras e vamos ampliar a fiscalização, tornando-a mais sistemática”. Santa Catarina vai entrar agora, de imediato, na fiscalização, adiantou. “Isso é para mostrar que nossos produtos são bons, são de qualidade, que se submetem a qualquer investigação. E, claro , aqueles que, eventualmente, apresentam problemas são retirados até que sejam feitas as correções”, afirmou.

Comentou ainda que o Brasil está recebendo missões técnicas, comerciais, científicas e de sanidade. “Nós temos no país, neste momento, a presença dos árabes e, na semana que vem, chegarão europeus. Então, nosso sistema será todo auditado. E espero que ao final disso a gente saia, inclusive, com a chancela de um país que tem boas práticas e que tem cuidado muito bem desse segmento”, disse Maggi.

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Veja também

JBS eleva capacidade de abate de unidade de bovinos em MT em 50%07/02/18 A JBS elevará a capacidade de abate de bovinos na unidade de Barra do Garças (MT) em 50% com a criação de um segundo turno de trabalho, informou a empresa na segunda-feira (05). A processadora de carnes pretende contratar 400 pessoas para trabalhar no segundo turno, que iniciará atividades em duas semanas. O processo de contratação continua em andamento e......
Sistemas de armazenagem serão apresentados pela Portilhiotti29/06/16 Fundada em 1998, a Portilhiotti Sistemas de Armazenagem trabalha com soluções logísticas em armazenagem e distribuição, com estruturas específicas em cada segmento. A empresa fabrica sistemas de armazenagem como porta......

Voltar para Notícias (pt)