NOTÍCIAS

Postado em 14 de Maio às 11h12

Maggi comemora abertura de novos mercados e redução da burocracia

  • Mercoagro – Edição 2018 -

No dia 12 de maio de 2016, data em que assumiu o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi já sabia o que fazer. O trabalho baseou-se em duas linhas mestras. Primeira, a abertura de novos mercados para o agronegócio. Segunda, a montagem de uma estrutura para reduzir a burocracia “que impera sobre aqueles que trabalham na produção agropecuária.”
Dois anos depois a colheita deu resultados. A maior safra de grãos da história com 240 milhões de toneladas em 2016-2017. Superávit agrícola recorde de 95 bilhões de dólares. O Brasil hoje vende para 189 países e o bloco da União Europeia, é o 2º maior exportador e o 4º maior produtor de alimentos do mundo.
ABERTURA DE NOVOS MERCADOS
“Abrir mercados significa dizer aos produtores brasileiros: vocês estão ok, os certificados estão prontos, agora vocês podem vender. O Governo não compra, nem vende. O Governo cria condições para que as empresas trabalhem. Por sua vez, as empresas são associadas a entidades de classe que atuam com muita competência, acompanhando as tratativas do Governo e garantindo sequência ao processo.
Agindo assim, o Brasil ganhou mercados nos últimos dois anos.
Em 2017, passei vinte e oito dias na China e visitei outros países da Ásia. Fizemos várias viagens, tivemos muitos encontros internacionais. Conversamos com todo mundo. Estamos abrindo mercado de carne suína na Coréia do Sul e na África do Sul, de carne bovina nos Estados Unidos, de manga e outras frutas no Japão”.
REDUÇÃO DA BUROCRACIA
“A Agricultura, Pecuária e Abastecimento é um ministério de regulação. Todos os insumos
agropecuários utilizados na produção de proteínas animal e vegetal são regulados por este
ministério. Minha atividade é agrícola, sou consumidor do Ministério da Agricultura há muitos anos. A gente sempre reclamou muito da burocracia, da demora na tomada de decisões, e dos custos que não merecíamos ter.
A segunda linha de trabalho que tracei foi exatamente a diminuição da burocracia. Oitocentas e oitenta normas e regulações foram alteradas, eliminando obstáculos, reduzindo etapas e criando canais diretos com os produtores. O agronegócio teve um alívio de custos e maior rapidez no processo de desembaraço, tanto na exportação quanto na importação.”
RESULTADOS
“O resultado se percebe na produção agrícola. É um ambiente muito favorável à agricultura, aliado, é claro, a São Pedro, que também nos ajudou. Tudo correu bem nesses dois anos. Em 2016-2017, o Brasil colheu a maior safra de grãos da história com 240 milhões de toneladas.
Estamos repetindo agora, nesta safra de 2017-2018, quase a mesma produção anterior. É apenas 1,3% menor. Essa pequena variação é ocasionada pelo clima. O que interessa é que tanto o Governo quanto o setor privado conheçam as regras. Saber como entrar no processo, saber como sair, e dispor de financiamento para a atividade agropecuária na hora certa, a juros compatíveis.
O Governo colocou à disposição do produtor agrícola 185 bilhões de reais. Esse valor foi quase todo utilizado em financiamento, custeio, modernização de frotas, acesso a novas tecnologias e modernização de propriedades. A safra farta desse período ajudou muito a balança comercial do Brasil com o superávit recorde de 95 bilhões de dólares. Do crescimento de 1% do PIB brasileiro no ano passado, 70% veio da agricultura e da pecuária.”
Fonte: MAPA

Veja também

Relação com União Europeia vai endurecer, afirma Maggi13/06 Depois de participar de audiência na Comissão de Agricultura do Senado sobre a suspensão da importação de aves brasileiras por parte da União Europeia, o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse que a relação com o bloco europeu vai mudar, deixando para trás “um comportamento apenas reativo”. Maggi informou......
Santa Catarina amplia exportações de carne bovina09/07 A carne bovina produzida em Santa Catarina está conquistando o mercado internacional. O rígido controle da sanidade animal e a rastreabilidade de toda cadeia produtiva são o grande diferencial da pecuária catarinense. No primeiro......
Clínica Tecnológica esclarecerá dúvidas de visitantes e expositores12/09/16 Um local que funcionará como consultoria técnica, como se fosse um laboratório onde serão tratados temas de ponta, incluindo conservação de alimentos, Food Defense, alta pressão, sanidade animal, análise......

Voltar para Notícias (pt)