NOTÍCIAS

Postado em 13 de Abril de 2016 às 09h12

Líder mundial em tecnologia para abate de aves, Meyn estará na Mercoagro 2016

Com sede na Holanda e unidade em Campinas (SP), a Meyn do Brasil é líder mundial em tecnologia de linhas para abate de aves, atuando no Brasil e no mundo.

Para a Meyn do Brasil a abrangência da Mercoagro é um dos motivos para a participação da indústria em mais uma edição. Segundo a empresa a feira é muito importante, pois atinge um público-alvo decisivo tanto na região Sul, importante polo na produção de aves, como visitantes de todo o Brasil e América do Sul. É uma feira chave para atingir os objetivos em atender e entender melhor os atuais e futuros clientes.

Fornecedora das marcas JetStream (escaldadoras); Maestro (evisceradoras); Physics e Compact (linha de cortes) e Rapids (desossadoras, entre outros), a Meyn apresentará na Mercoagro 2016 toda a linha de equipamentos para o setor cárneo. 

A Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne (Mercoagro) será realizada de 13 a 16 de setembro, no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó (SC), e possui apoio institucional do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) e do Centro de Tecnologia de Carnes do ITAL, entre outras instituições.

Com mais de 70% dos espaços disponíveis já comercializados, a feira é considerada sucesso. O presidente da ACIC, Josias Mascarello, destaca que a adesão das empresas à 11ª edição da Mercoagro é grande em face da tradição de eficiência e seriedade demonstradas em 22 anos e dez edições bienais consecutivas. Para o diretor de feiras Bento Zanoni, as vendas crescentes decorrem de dois fatores: o prestígio da feira e o bom momento do mercado internacional de carnes. 

Veja também

Brasil vai exportar embriões bovinos in vivo e in vitro para o Equador14/06 O Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), recebeu nesta quarta-feira (13), a confirmação de que o Equador vai importar embriões bovinos in vivo (desenvolvidos no ventre da mãe) e in vitro (em laboratório) do Brasil. O comunicado foi feito pelo serviço sanitário daquele país: Agencia......

Voltar para Notícias (pt)