NOTÍCIAS

Postado em 30 de Julho às 11h38

Exportações de carne do Brasil crescem mesmo em ano desafiador

  • Mercoagro – Edição 2018 -

O site Global Meat News divulgou, nesta sexta-feira, dados da Associação Brasileira de
Exportadores de Carne, registrando crescimento dos envios para outros países mesmo em um ano desafiador. Segundo a publicação, a carne brasileira está pronta para avançar em novos mercados e aumentar a presença de produtos brasileiros no exterior, atenuando as dificuldades enfrentadas pelo setor nos últimos meses.
O relatório anual Brazilian Livestock Prole analisa o comportamento do setor pecuário em 2017 e as perspectivas para 2018. Segundo a publicação, as variadas dificuldades fortaleceram o setor, melhorando os processos e o diálogo com os países importadores da carne brasileira.
Em 2017, as exportações brasileiras de carne bovina geraram US$ 6,2 bilhões, um aumento de 13% com relação a 2016. Em volume, os embarques totalizaram 1,53 milhão de toneladas, um aumento de 9% em relação ao mesmo período do ano anterior. Antonio Jorge Camardelli, presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne, disse que os números refletem os pontos fortes do Brasil como principal fornecedor de carne bovina do mundo e revelaram a capacidade do setor de reagir e adequar seus modelos de produção para atender às necessidades do mercado.
“Estimamos que, em 2018, teremos um aumento no volume embarcado e um crescimento nas exportações”, disse Camardelli. “Para que isso seja eficiente, temos que manter uma base sólida e confiável de informações, bem como inteligência nos negócios”.
Nos últimos 18 meses, o Brasil tem estado na mira da indústria internacional de carnes devido a episódios de corrupção na JBS. Após isso, a BRF foi investigada pelo governo federal por, supostamente, encobrir salmonela em seus produtos.

Fonte: Equipe Suino.com

Veja também

SC registra faturamento 14,97% maior na exportação de carne suína13/12/17 Em onze meses, Santa Catarina embarcou 253,8 mil toneladas de carne suína para países como Rússia, Hong Kong, China, Chile e Cingapura. E, mesmo com uma quantidade 0,24% menor do que no mesmo período de 2016, o setor não sofreu prejuízos financeiros. Pelo contrário, o faturamento com as vendas foi 14,97% maior, ficando em torno de US$ 590 milhões. Os......
Há 20 anos no mercado, Bertoldi apresenta componentes na feira10/05/16 Completando 20 anos de atuação no segmento de termoplásticos injetados em 2016, a Metalplásticos Bertoldi é focada principalmente no fornecimento de componentes para os transportadores aéreos (nórias) e em......

Voltar para Notícias (pt)