NOTÍCIAS

Postado em 15 de Abril de 2016 às 14h15

Exportação de carne bovina em março cresce 7,8% em faturamento e 21,4% em volume

Resultados se referem ao comparativo com o mesmo mês de 2015; Brasil fecha primeiro trimestre de 2016 com mais de 367 mil toneladas exportadas, um aumento de 15,94% em relação aos três primeiros meses do ano passado

A indústria de carne bovina brasileira registrou em março deste ano um faturamento de US$ 518 milhões, com o embarque de mais de 140 mil toneladas, um crescimento de 5,5% e 10,3%, respectivamente, em relação ao mês anterior. Os números de março – os maiores registrados ao longo de 2016 – também apontam crescimento de 7,8% em faturamento e 21,4% no volume exportado, em relação ao mesmo mês de 2015.

Entre os dez principais países importadores da carne bovina brasileira, destacam-se o Egito, China e o mercado recém conquistado da Arábia Saudita. Para o Egito, em março foram exportadas mais de 23 mil toneladas de carne bovina, um crescimento de 126,8% ante ao mesmo período do ano passado. A China que, está em quarto lugar no ranking, comprou o equivalente a quase US$62 milhões, pouco mais de 15 mil toneladas de carne brasileira. Já a Arábia Saudita, no seu mês de retomada, entra na nona colocação, com pouco mais de 3 mil toneladas, gerando um faturamento de US$ 11 milhões.

ABIEC-TAB-EXPO-ABR

O Brasil fechou o primeiro trimestre de 2016 com mais de 367 mil toneladas de carne bovina exportada – 15,94% a mais do que o registrado no mesmo período do ano passado. Somado, o faturamento nos três primeiros meses deste ano, de US$ 1,384 bilhão, supera ligeiramente o valor atingido no primeiro trimestre de 2015, de US$ 1,367 bilhão.

ABIEC-TAB-EXPO-ABRa

De acordo com o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC), Antônio Jorge Camardelli, os resultados das exportações no primeiro trimestre confirmam a expectativa para 2016 de um faturamento próximo a US$ 7,5 bilhões e volume de cerca de 1,76 milhão de toneladas.

Categorias

No comparativo com fevereiro deste ano, todas as categorias apresentaram em março um incremento em toneladas, com destaque para a carne in natura. A categoria, a mais exportada pelo setor, atingiu em março um faturamento de mais de US$ 411 milhões e mais de 110 mil toneladas em exportações, um crescimento percentual de 5,78% e 11,54%, respectivamente, ante o mês anterior. Vale ressaltar também os resultados em março da categoria de tripas, que aumentou 20,3% em faturamento e 16,5% em volume, em relação ao mês anterior.

ABIEC-TAB-EXPO-ABRb

Sobre a ABIEC – www.abiec.com.br

Fonte: Portal do Agronegócio

Veja também

Sauditas proíbem insensibilização em frangos e ameaçam embarques do Brasil29/03 O plano da Arábia Saudita de aplicar regras mais rígidas para o abate halal de frangos nos países exportadores é o último revés dos produtores do Brasil, o maior fornecedor mundial. Empresas como BRF e JBS, que já lidavam com investigações, com o aumento do custo da ração animal e com a queda das exportações, agora podem......
Bumerangue apresentará esteiras e correntes modulares plásticas05/12/17 A Bumerangue Brasil Industrial LTDA comemora 20 anos na Mercoagro 2018. A empresa fornece correntes e esteiras modulares plásticas, linha aérea plástica, acessórios e serviço de projetos para toda a América Latina.......
Representantes se reúnem para debater a suinocultura12/07 Com o objetivo de debater o futuro da suinocultura independente, diversos produtores se reuniram no auditório da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS) na última semana. O foco central do encontro foi......

Voltar para Notícias (pt)