NOTÍCIAS

Postado em 18 de Julho às 13h42

Disputa entre EUA e China favorece indústria de carnes de SC

  • Mercoagro – Edição 2018 -

Depois de enfrentar um obstáculo atrás do outro no primeiro semestre deste ano – ausência de compras de carne suína pela Rússia, embargo ao frango pela Europa, restrições religiosas no mercado árabe e a pesada greve de transportadores – o setor de carnes de Santa Catarina vê potencial de melhores vendas neste segundo semestre.
O que mais anima é o mercado interno e a produção para as festas de fim de ano. Mas com a guerra comercial Estados Unidos-China pode sobrar mais mercado no gigante asiático para carnes do Estado e do País. Uma fonte do setor agroindustrial admitiu que há potencial para mais venda de carnes à China, mas preferiu não estimar quanto.
Entre os que veem oportunidades de mais vendas aos chineses está o consultor Henry
Quaresma, CEO da Brasil Business Partners, especializada em negócios com chineses. Segundo ele, com a sobretaxa de 25% que será colocada pelos EUA para 1,3 mil produtos chineses, incluindo automóveis, soja, carnes, produtos químicos e outros, serão abertas oportunidades para empresas brasileiras.
“O agronegócio brasileiro deverá estudar estrategicamente a forma de aproveitar as
oportunidades, principalmente com a soja e as carnes exportadas ao mercado chinês”, recomenda ele.
Diante de tantos obstáculos para exportar, as mudanças ao mercado chinês podem ser
uma chance de expandir vendas lá fora.

Fonte: Estela Benetti, do NSC Total

Veja também

Munters apresentará equipamentos para tratamento de ar09/08/16 A Mercoagro 2016 reunirá empresas dos mais diversos setores da indústria da carne que apresentarão máquinas, equipamentos, implementos, insumos e instalações para todas as etapas do processo industrial, desde o abate até o embalamento, congelamento, higiene, segurança e análise de processos. Com atuação em toda a América Latina,......
Custos de produção de suínos e de frangos de corte disparam em março24/04 Os custos mensais de produção de suínos e de frangos de corte calculados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa (www.embrapa.br/suinos-e- aves/cias) subiram 7,28% e 4,71%, respectivamente, no......
Embrapa valida técnica que inativa vírus na cama de frango reutilizada24/05 Reutilizar cama de frango ficou mais seguro. Pesquisadores daEmbrapa Suínos e Aves (SC) validaram uma técnica que previne a disseminação de doenças aviárias causadas por vírus na cama de frango. O procedimento,......

Voltar para Notícias (pt)