NOTÍCIAS

Postado em 01 de Dezembro de 2017 às 14h38

Carne, gado vivo e material genético bovino e avícola na mira do Irã

Notícias (46)
  • Mercoagro – Edição 2018 -

O Irã é o 5º maior parceiro comercial do agronegócio brasileiro. Em 2016, o Irã importou US$ 2,1 bilhões, principalmente milho, soja em grãos e carne bovina in natura. Agora há interesse de exportar para o Brasil ureia, frutas secas e amêndoas. Do outro lado da mesa, houve avanço no que se refere a procedimentos para exportação de carne bovina, exportação de gado vivo e material genético bovino e avícola.
Na primeira reunião do Comitê Consultivo Agrícola Brasil-Irã, em Brasília, na semana
passada (23/11), as partes discutiram a assinatura de dois memorandos de entendimento. O primeiro, na área vegetal. O segundo, na cooperação em pesquisas agropecuárias.
“Trabalhamos para facilitar os negócios entre os dois países”, afirma o secretário de
Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Odilson Ribeiro e Silva. “Esperamos que, em breve, o resultado dessa reunião se reflita no comércio Brasil-Irã. Vamos precisar discutir ainda alguns temas para finalizar a assinatura.”

Presidida pelo vice-ministro da Agricultura, Mohammad Ali Javadi, a delegação iraniana é
composta por nove técnicos. No próximo ano, haverá uma nova rodada de negociações.
 
Fonte: MAPA, adaptado pela Feed&Food

Veja também

Importadores do Catar reafirmam confiança no setor de proteína animal do Brasil03/05/17 O presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra foi informado pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE) que importadores do Catar pretendem incrementar as compras de proteína animal do Brasil. A manifestação foi feita por representantes da Qatar Meat Production, em encontro ocorrido recentemente na......
Consumidor brasileiro está mais interessado na carne orgânica, diz Korin14/02/18 A Korin Agropecuária, uma das principais produtoras de alimentos orgânicos no país, vê aumento da demanda no Brasil por carne bovina orgânica, segundo o gerente comercial de bovinos e processados, Luiz Vicente......
Frimesa anuncia fim do confinamento de matrizes em gaiolas de gestação19/10/17 A cooperativa Frimesa, quarta maior produtora de carne suína do País, anunciou uma nova política de bem-estar animal, na qual se compromete a eliminar o uso de gaiolas de gestação para porcas reprodutoras até 2026. As......

Voltar para Notícias (pt)