NOTÍCIAS

Postado em 22 de Agosto de 2017 às 13h46

BRASIL É O PRIMEIRO PAÍS A ADERIR AO BANCO DE VACINAS CONTRA FEBRA AFTOSA NA AMÉRICA LATINA

Mercoagro – Edição 2018 O Brasil é o primeiro país da América Latina a aderir oficialmente à criação de um banco de antígenos e vacinas contra a febre aftosa na região. O anúncio foi...

O Brasil é o primeiro país da América Latina a aderir oficialmente à criação de um banco de antígenos e vacinas contra a febre aftosa na região. O anúncio foi feito pelo presidente da Comissão Sul-Americana para a Luta Contra a Febre Aftosa (Cosalfa), Guilherme Marques, na sexta-feira (21), ao final de reunião extraordinária do órgão, em Brasília. “Esse banco vai permitir o enfrentamento de eventuais problemas futuros, que podem surgir com a retirada da vacina no Brasil, além de contribuir para aquelas nações que não tenham à disposição doses do produto em quantidade suficiente para imunizar seus rebanhos.”

Os representantes dos países que compõem a Cosalfa aprovaram ainda resolução para apoiar a Colômbia na erradicação de quatro focos de aftosa detectados recentemente. “Será enviada uma missão técnica àquele país, sob a coordenação da Panaftosa (Programa Hemisférico de Erradicação da Febre Aftosa), para ajudar os colombianos e trocar experiências”, disse Marques, que também é diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Durante a reunião também foi aprovada resolução para realizar uma ação integrada entre o Brasil e a Colômbia na Venezuela. O objetivo é apoiar os venezuelanos a imunizar e inspecionar o rebanho bovino contra aftosa e fazer exames sorológicos. A Venezuela ainda não é livre da doença e está disposta a receber a ajuda, acrescentou Marques.

Outra resolução aprovada na reunião recomenda aos países da América Latina que redobrem os esforços no combate à aftosa e aumentem o volume de investimentos em sanidade animal. O encontro extraordinário da Cosalta, ligada ao Centro Pan-Americano de Febre Aftosa-OPAS/OMS, começou na quinta (20) e terminou nesta sexta-feira.

Fonte: Ministério da Agricultura
 

Veja também

Frimesa anuncia fim do confinamento de matrizes em gaiolas de gestação19/10/17 A cooperativa Frimesa, quarta maior produtora de carne suína do País, anunciou uma nova política de bem-estar animal, na qual se compromete a eliminar o uso de gaiolas de gestação para porcas reprodutoras até 2026. As informações são da ONG Fórum Animal. As gaiolas de gestação foram proibidas pelos países-membros da......
Mercoagro 2016 apresentará novas tecnologias para processamento de aves12/02/16 Pela terceira vez, a Prime Equipment participará da Mercoagro. “Estamos confiantes com esta edição da feira para alavancar nossos negócios”, afirma o gerente de Vendas, Sergio Pereira. A Prime quer apresentar as novas......
Salão da Inovação apresentará resultados de pesquisas03/05/18 A Comissão Central Organizadora da Mercoagro (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne) reuniu nessa semana, na Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC),......

Voltar para Notícias (pt)