NOTÍCIAS

Postado em 16 de Janeiro de 2018 às 10h22

Avicultores têm até março para se adequar a regras de biosseguridade

Os produtores de aves de todo o Brasil têm até o dia 3 de março de 2018 para se adequar
a exigências que visam aumentar a biosseguridade do setor. O prazo foi estabelecido pela Instrução Normativa (IN) nº 08/2017, que altera a IN nº 10/2013. Entre as exigências da nova IN estão aspectos que, em boa parte, já são cumpridos pelos avicultores, mas que uma parte ainda precisa de ajustes.
Na lista de estruturas necessárias nas granjas estão itens como instalação de telas, arcos
de desinfecção, cercas externas e tratamento de água. As granjas também necessitam ter
controles de roedores e outros possíveis vetores de doenças, além de atender a outros requisitos.
O Paraná é um dos Estados que está mais avançado em relação ao cumprimento de
exigências em termos de sanidade. Reflexo disso é que recentemente o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento tem constatado um aumento no requerimento de registro dos estabelecimentos avícolas. Segundo a pasta, esse é um sintoma de que as adequações em biosseguridade estão em dia.
“O prazo ainda não foi finalizado, entretanto o Mapa avalia de maneira positiva e permanece monitorando junto aos órgãos estaduais de defesa sanitária animal a evolução em relação aos requerimentos de registro dos estabelecimentos avícolas comerciais, sendo que, até o momento, houve considerável avanço na quantidade de solicitações de registro após a publicação da IN nº 8/2017”, disse o diretor de Saúde Animal do Mapa, Guilherme Marques.

Fonte: FAEP/O Presente Rural

Veja também

Mercado de milho está em ritmo lento com o recesso do final de ano, aponta Cepea12/12/17 De acordo com análise semanal divulgada pelo Cepea, a comercialização de milho está praticamente paralisada no mercado brasileiro. Vendedores estão retraídos, à espera de valores mais elevados, enquanto compradores mostram pouco interesse em negociar grandes lotes. Segundo os pesquisadores, a proximidade do recesso de final de ano já tem reduzido o ritmo......
Santa Catarina amplia exportação de carne bovina13/04/18 Grande exportador de carne suína e de frango, Santa Catarina vem ganhando espaço também nas vendas internacionais de carne bovina. A quantidade exportada ainda é pequena, porém o número vem crescendo ano a ano. No......

Voltar para Notícias (pt)