NOTÍCIAS

Postado em 08 de Dezembro de 2017 às 17h07

Avançam tratativas do comércio agrícola entre Brasil e Canadá

Mercado (38)
  • Mercoagro – Edição 2018 -

Durante a 9ª reunião do Comitê Consultivo Agrícola Brasil-Canadá, realizada nesta semana
(5 e 6), em Brasília, a delegação brasileira, chefiada pelo secretário de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Odilson Ribeiro e Silva, apresentou propostas de cooperação nas áreas de seguro rural, regulação da produção orgânica, classificação de vegetais, entre outros assuntos de interesse bilateral.
No encontro os representantes do Canadá tiveram também esclarecimentos sobre a
exportação de gado vivo, de material genético de pequenos ruminantes e de espécies de animais aquáticos criados no Brasil. Foi tratado ainda sobre avaliação de risco de pragas para turfa canadense. O secretário de Setor de Ciência e Tecnologia do Ministério da Agricultura do Canadá, Brian Gray, e a comitiva canadense apresentaram especificações sobre compras de sangue suíno, carne bovina e suína brasileira.
E ficou acertada a criação de Grupo de Trabalho para tratar de biotecnologia, assunto sobre
o qual houve entendimentos para alinhar posição conjunta em fóruns internacionais. Foram
lembradas parcerias do Canadá com instituições de pesquisa do país. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que participou do encontro, apresentou com o Ministério da Agricultura canadense resultados de cooperação firmada em 2012. No período, foram estabelecidos mais de 1.000 limites máximos de resíduos (LMRs) para pequenos cultivos (minor crops), resultando na adequação do uso de agrotóxicos para diversos cultivos, além de orientação ao produtor rural. De acordo com o secretário da SRI, o Mapa estuda participar dos trabalhos quando da renovação do memorando de entendimento.
Em 2016, o Canadá importou do Brasil o equivalente a US$ 521 milhões, principalmente em
açúcar, café em grãos, café solúvel, carne de frango e carne bovina industrializada. Já o Brasil comprou trigo, lentilha e ervilhas canadenses, representando US$ 106 milhões.

Fonte: MAPA

Veja também

Com vendas externas, setor de carnes celebra ano surpreendente09/11/16 O ano termina melhor do que se previa para o setor de proteínas. Isso graças ao mercado externo, "que está sendo surpreendente", diz Francisco Turra, presidente-executivo da ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal). O setor de aves esperava uma evolução modesta de 3% neste ano nas exportações. Deve fechar o período com......
Paraná triplica receita com exportação de carne bovina24/02/16 O fim do embargo do Irã à carne bovina do Estado, a abertura de novos mercados e o dólar favorável fizeram as exportações mais que triplicarem em janeiro. De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior......

Voltar para Notícias (pt)