NOTÍCIAS

Postado em 11 de Novembro de 2016 às 11h32

ACIC apresenta resultados da Mercoagro 2016

Resgatar a confiança dos expositores e do público da Mercoagro 2016 (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne) era o principal objetivo da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) ao assumir a promoção da expo-feira.

A meta foi atingida. Os dados foram apresentados nesta semana em encontro do Conselho Deliberativo e confirmou o sucesso do evento. A reunião foi coordenada pelo presidente do Conselho Deliberativo, Mauricio Zolet, e teve a presença dos conselheiros, do presidente da Diretoria Executiva, Josias Mascarello, e do presidente do Conselho Consultivo, Flávio Pasquali.

O gerente de projetos da Mercoagro, Nadir José Cervelin, apresentou estudo realizado pelo Sicom Pesquisas durante a feira. De acordo com a pesquisa, 92,5% dos expositores disseram ter interesse em participar novamente do evento. A maioria dos expositores (88,4%) disse estar satisfeita com a feira e 93,9% dos visitantes consideraram que atendeu as expectativas. Dos entrevistados, 53,3% disseram que não era a primeira visita a uma feira Mercoagro. O nível de satisfação com os eventos paralelos teve a percepção de ótimo e bom para 95,7% dos respondentes. 

O principal motivo que levou as pessoas em visitar a feira foi conhecer novas tendências de mercado (52,2%) e estabelecer relações comerciais (20,3%). A prospecção de clientes e negócios foi apontada por 75,7% dos expositores como o primeiro motivo em participar da Mercoagro. Lançamento de produtos e inovações vem na sequência, com 10,4%. Quanto à segurança, 95,5% dos visitantes e 87,8% dos expositores consideraram satisfatória.

A pesquisa abordou ainda a estrutura da cidade de Chapecó. A rede hoteleira foi apontada como qualificada por 78,6% dos expositores e 62,2% dos visitantes. Sobre atendimento nos restaurantes, os expositores consideraram bom e ótimo (90,7%) e os visitantes tiveram a mesma opinião, atingindo 78,7% da amostra. Para 44,5% dos expositores e 51,7% dos visitantes o atendimento e estrutura do aeroporto também foram considerados adequados.

A maioria dos expositores, 81,5%, considerou a movimentação e qualificação do público da feira apropriada. Questionados sobre o volume de vendas, em valores de arrecadação, a maioria de 52,6% dos expositores considerou que foi dentro do projetado. A estimativa de volume de negócios que serão efetuados pós-feira foi apontado como superior ao projetado por 89% dos expositores. 

O local de realização da Mercoagro foi considerado bom e ótimo por 88,4% dos expositores e por 93,5% dos visitantes. A condução da ACIC na organização da feira foi avaliada como satisfatória por 97,4% dos visitantes e 84,4% dos expositores.

“O maior resultado que nós esperávamos era resgatar a confiança do público e dos expositores e isso nós conseguimos”, ressaltou o diretor de Feiras e Eventos da ACIC, Bento Zanoni. O presidente da entidade, Josias Mascarello, realçou o trabalho das 17 comissões organizadoras e o envolvimento da prefeitura, hotéis, restaurantes, taxistas e outras organizações. “Os colaboradores da ACIC, os parceiros e apoiadores também tiveram papel fundamental para o sucesso da feira”, conclui.

Veja também

Estudo relaciona crescimento de bebês com consumo de carne07/05/18 Um estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade do Colorado indica que o consumo de carne de porco é um importante aliado para o crescimento de crianças durante o processo de transição de consumo de alimentos líquidos para sólidos. De acordo com uma reportagem produzida pelo American Journal of Clinical Nutrition, a pesquisa......
Região Sul é líder no controle de tuberculose15/08/18 A região Sul do Brasil é líder no controle de tuberculose no país. Entre 2012 e 2017, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina sanearam 1.104, 1.519 e 769 focos, respectivamente. Os casos são resultado de uma......
Diferença de preço do suíno vivo e do frango é a menor em 11 anos20/07/18 A diferença de preços entre o suíno vivo e o frango é a menor dos últimos 11 anos, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP. Segundo os analistas, nesta semana, o preço......

Voltar para Notícias (pt)