NOTÍCIAS

Postado em 25 de Outubro de 2017 às 14h34

ABPA, Abramilho e MAPA buscam equilíbrio no fornecimento de insumos para aves e suínos

Agroindústria (26)Notícias (46)

Com o objetivo de buscar soluções para a oferta de grãos em 2018, Ministério da
Agricultura, produtores de aves, de suínos e de milho participaram de um encontro organizado
nessa semana pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em sua sede, em São
Paulo/SP.
Recebidos pelo presidente da ABPA, Francisco Turra, o secretário de Política Agrícola do
Ministério da Agricultura, Neri Geller, e o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de
Milho (Abramilho), Sérgio Luís Bortolozzo, traçaram perspectivas e apontaram desafios para o
setor de insumos no próximo ano.
Foram levantados entraves logísticos e burocráticos para o abastecimento do setor. Um dos
avanços obtidos no encontro foi o acordo para a constituição de um grupo de trabalho na ABPA
para a construção de propostas que aprimorem a logística de distribuição de insumos nos centros
produtores de aves e de suínos, que são mais demandantes.
De acordo com Turra, a preocupação é garantir o equilíbrio na oferta de insumos em
períodos mais críticos, evitando inflacionamento no preço de produtos e a perda de
competitividade. “Somos favoráveis ao mercado livre e forte.  Nosso objetivo é equilibrar o acesso
aos insumos, para que tenhamos as mesmas condições de compra que os importadores.  Neste
sentido, temos em nosso radar a viabilização da importação de grãos de grandes produtores,
como os EUA, Argentina e Paraguai.  Mas, ao mesmo tempo, queremos uma aproximação maior e
sólida com os produtores de milho brasileiros. Queremos comprar nossos insumos aqui, que tem
qualidade inquestionável”, ressalta Turra.
Os encontros entre governo, produtores de milho e agroindústrias de aves e de suínos
poderão se tornar periódicos, segundo propostas apresentadas na reunião de hoje. “Queremos
expandir nossas fronteiras agrícolas, melhorando o abastecimento e fortalecendo a cadeia
produtiva de insumos e, consequentemente, o setor de proteína animal.  Queremos reforçar nossa
ação logística, levando o excedente aos grandes centros consumidores”, ressaltou Neri Geller.
Parceiro na aproximação dos elos produtivos, o presidente da Abramilho, Sérgio Luís
Bortolozzo, elogiou os avanços obtidos na reunião.  “A iniciativa da ABPA por este encontro foi
louvável e inédita.  Isto é inédito.  Vamos trabalhar pela aproximação dos elos e buscar soluções
em um debate construtivo”, enfatizou. 
Também participaram do encontro presidentes e diretores de insumos das agroindústrias
associadas, executivos da ABPA e membros do setor de milho e do ministério. 

Fonte: ABPA

Veja também

Indústria mundial da carne Empresa holandesa lança nova geração de equipamentos na Mercoagro 201814/09 A Foodmate, empresa holandesa presente no Brasil há dois anos, apresentou, nesta semana, na Feira Internacional de Negócios, Processamento e Internacionalização da Carne – Mercoagro 2018 a Ultimate Desossadora de Pernas. O lançamento marca a introdução de uma nova geração de equipamentos para desossa de aves, combinando a mecânica......
No acumulado do ano, exportações de carne suína crescem 42,2%31/08/16 De janeiro a julho deste ano, as exportações brasileiras de carne suína totalizaram 413,3 mil toneladas, aumento de 42,2% sobre o resultado obtido em igual período de 2015. As informações foram divulgadas pela......
Exportações de carne de frango batem recorde em julho20/08 As exportações de carne de frango registraram recordes em julho, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP. Foram exportadas 451 mil toneladas de carne in natura e industrializada, quase o dobro do......

Voltar para Notícias (pt)